1 de ago de 2012

Charles Colson fala a respeito de Abraham Kuyper



Deparei-me com esse video pela net, no qual Charles Colson, fundador do ministério Prison Fellowship, e autor de livros como E Agora? Como Viveremos? (junto com Nancy Pearcey) e A Fé em Tempos Pós Modernos ( junto com Harold Fickett), além de muitos outros, fala a respeito da influência  de Abraham Kuyper na sua vida e obra (se você não o conheça, leia uma pequena biografia dele aqui).
A obra citada teve o título mudado, no português, para Calvinismo, e foi publicado pela Editora Cultura Cristã. É um dicursso fantástico do teólogo holandês sobre a soberania de Cristo sobre toda a vida, e como isso se aplica em áreas como ciência, arte e política.
Infelizmente também há uma triste verdade  no video: muitos holandeses se esqueceram desse grande homem  com o passar do tempo... Hoje, alguns se lembram, vagamente, de que ele foi primeiro ministro da Holanda, outros nem isso, mas não conheço quase ninguém, na Holanda, que o conhece além disso.
Graças a Deus, Ele tem levantado autores influentes que trabalham na popularização das idéias de Kuyper, e, portanto, tenho esperança que seus livros voltem a ser influentes na Holanda, mas hoje ele é mais um exemplo de autores que são mais conhecidos fora de seu país do que dentro...

2 comentários:

  1. Olá Tijs gostei da postagem, veio realmente ao encontro do o que procurava. Tenho sido impactado pelo livro de Charles Colson, "E agora como viveremos?" e não conhecia o Abraham Kuyper, fiquei feliz e surpreso com este vídeo onde pude conhecer um dos grandes influenciadores de Charles Colson.

    Raul

    ResponderExcluir
  2. Olá Raul,

    Pois é, o Kuyper influenciou diretamente muita gente boa do último século. Vale a pena ler os livros dele,

    ResponderExcluir

"Todo aquele que ler estas explanações, quando tiver certeza do que afirmo, caminhe lado a lado comigo; quando duvidar como eu, investigue comigo; quando reconhecer que foi seu o erro, venha ter comigo; se o erro for meu, chame minha atenção. Assim haveremos de palmilhar juntos o caminho da caridade em direção àquele de quem está dito: Buscai sempre a Sua face."

Agostinho de Hipona